Transformar a cadeira em objecto de arte foi o propósito da MacedoArtSeat, patenteada no Jardim Municipal entre 21 e 30 de Maio e na Praça do Empreendedorismo na Macedo Mostra 2013. Tratou-se de um projecto do Agrupamento de Escolas de Macedo de Cavaleiros - inserido no Plano Anual de Actividades das áreas de Educação Visual e Educação Tecnológica de 2ºCiclo -, em parceria com a Câmara Municipal, a Santa Casa da Misericórdia, no âmbito do Projecto LAÇOS, integrado nas acções PLURAL - com a participação de 19 Centros de Saber e Partilha - e Juntos é Bué Cool! – Escola Iniciativa. Esta actividade contou ainda com a participação do Centro Dom Abílio Vaz das Neves e a CERCIMAC.   De que forma a cadeira como objecto do quotidiano pode intervir num espaço público? A cadeira surge no nosso imaginário desde os primeiros rabiscos, é nela que aprendemos a ler, a escrever, a desenhar. É sentado numa cadeira que passamos talvez os melhores momentos de convivência e de relaxamento, quando nos juntamos para momentos sociais. Foi escolhido este objecto pelas conotações com variadíssimas vivências, pela importância que adquire como elemento constante no nosso quotidiano e pela simbologia nas nossas vidas. Tendo em conta as modernas relações entre a forma e função, consideramos que a cadeira é o objecto que mais pode ter a sua forma alterada, preservando, contudo, a sua função específica. Por vezes pode até ter formas que dificultam a sua identificação como cadeira, até ao momento em que descobrimos, no formato não convencional, a função de sentar, repousar.